combate #1, 2017
martelos, machadinha, facão, picareta, machado, rastelo, pás, foice, enxadas, tridente e serrote
550 x 200 cm
foto Filipe Berndt

Organizados sobre a parede ferramentas e instrumentos, utilizados por trabalhadores rurais, formam o contorno da costa brasileira e as divisões das capitanias hereditárias. Esse sistema de divisão e administração territorial vigorou durante a primeira fase da colonização no Brasil, na qual os donatários, responsáveis pelas 14 gigantes frações de terra, mantinham relação íntima e direta com a Coroa Portuguesa. A mistura entre princípios feudalistas e proto-capitalistas, estrutural àquele sistema, representa a raíz da maneira com qual os grandes latifundiários de hoje em dia lidam com o território brasileiro, seus interesses privados e o poder público. Os instrumentos apresentados em “Combate #1”, foram catalogadas em artigos e textos jornalísticos que documentam as lutas entre trabalhadores rurais, e as forças bélicas do estado brasileiro.